Friday, November 10

Dress me up



Despi-me para ti.
Deixei todas as armas guardadas na gaveta,
depositei num saco os meus amuletos da sorte,
e tirei o cordão que protegia o meu coração.

Fui ao teu encontro completamente nua.
Tinha o peito aberto,
os olhos transparentes,
e a boca sem amarras.

Entreguei-me, assim,
nos teus braços.

Tu acolheste-me no teu peito.
Vestiste-me de sorrisos,
aqueceste-me com carícias,
embalaste-me com palavras.

E, quando voltei, estava vestida.
Não de armas, nem de amuletos
mas de ti.

4 comments:

Lu said...

É assim que deves ficar, sem essas amarras, armas e protecções, pois é a forma de viver a vida na sua plenitude. E mesmo que muitas contrariedades surjam – e vão surgir certamente –, e que por vezes te sintas esmorecer, recorda-te que foi assim que mais plenamente conseguiste viver momentos de felicidade. Besos

Maria said...

Está lindo...

1 grande beijinho!

skywalker said...

:)
Amor é assim... sem muros, sem armas...
O amor quando puro é assim
Está Lindo

Mil beijos

Azul said...

Sublime :) a entrega total ... para seres no outro e o outro ser em TI

Bj azullll