Sunday, August 24

Y...

Te quiero
dentro de mi boca,
para matar esta hambre
que tengo de tí.

Te quiero
en cada pedazo de mi piel
sentiendo tu sabor en la mía.

Te quiero, cariño mio...
Y te oferezco mi cuerpo,
mi amor
y mi olor.

14 comments:

Salto-Alto said...

Ai, depois dos dias que passei em Espanha até deu nostalgia ao ler este texto! adorei! Beijinhos carinhosos!

Rafeiro Perfumado said...

Cheira-me a ritual canibalista...

Nogs said...

Não é o amor, quase sempre, um pouco assim?

:P

Beijo

Oliver Pickwick said...

Humm... su cuerpo, su amor y sus olores. Feromona pura. Muy romántico, Nogs! Un llamado para el placer.
Um beso!

Sadeek said...

A mi no me gusta poesia pero....esta mi encanta... ;)

BESOS!!!

NM said...

Dejame mas...

Pecadormeconfesso said...

Sorriso. Tenho de escrever isso num muro qualquer. Talvez no aqueduto das águas livres em Lisboa.

Peach said...

O amor é belo em qualquer lingua.. é universal. :))

beijos nina linda

(Un)Hapiness said...

e qdo se quer com tal intesidade...:)

Å®t Øf £övë said...

Nogs,
Bonito poema de amor este!!!
Beijinhos.

Martim said...

espanhol, a lingua da paixao, a lingua do calor...muy caliente:p

beijos***

Queen Frog said...

q parede mais linda!

onde é?


*

(vais ficar só c um blog?)

Nogs said...

Como, onde é?

Esta é só uma de todas as paredes que pintei na cidade para ti:P



(Vou publicar uma história final neste blog, e ficará assim no seu final. Os outros, para já continuarão.)


Beijos, borboleta linda!

ivone said...

os quereres multiplicam_se a cada toque que se dá...