Friday, June 1

Meu amor...

Sim, eu acredito
que me amaste.
Disseste-mo poucas vezes,
mas não questiono
que o tenhas sentido.

Lembras-te da primeira vez
em que me disseste
que me amavas?
Choráva-mos os dois,
abraçados.
Naquela noite de Dezembro
em que o calor dos nossos corpos
não nos deixava sentir
o frio que fazia lá fora.

Como em tantas
outras vezes
em que estávamos juntos
e enganávamos o tempo...

Disseste-me
que correrias até mim
nem que fosse
até ao fim do mundo,
se conseguisses desvendar
as tuas incertezas.
Que esse unicórnio
correria em busca
da sua princesa de porcelana.
Que não interessava
estar em Coimbra,
em Barcelona,
em Angola
ou num dos hemisférios...
Que correria
em busca dela.
Pois, agora não estou,
nem estarei
durante uns tempos
em qualquer um
desses locais.
Também deixei de correr
ao teu encontro
e tento deixar
de te esperar.

Os anos estão a passar,
meu querido.
E este amor
está a acumular coisas
que não pudémos viver,
só os dois.
Perdoa se estou
a deixar de lutar por ti,
mas estou quase
sem forças.
Se o teu caminho
fosse de mãos dadas
com o meu
já o terias descoberto.

Não deixes de sonhar
nem de amar.
Serás sempre música
no meu coração.

Mas tu meu amor,
nunca só meu...
Perdoa o egoísmo,
mas quero alguém
que me ame só a mim.
Se queres lutar por algo
LUTA,
mas fortemente
antes que o ontem
de hoje
seja o amanhã
tarde demais.




"Posso magoar-me agora ou mais tarde. Agora, é melhor. " - frase do filme: Uma Rapariga cheia de sonhos
(Não é um filme estupendo, mas essa personagem quase parecia eu...)



Pic by_stanb

5 comments:

Lu@r said...

Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente...William Shakespeare

Abre os olhos

Beijo matinal

ariana said...

Olá linda =)
Fez-me arrepiar este texto.
Muita sensibilidade nele escrito.
Beijinhos e coragem.

Desassossego said...

Ana, vou deixar-te a frase que tenho no meu antigo Blog e que me fez perceber que antes demais estamos nós."A traição de ti próprio para não traí­res outrem não deixa de ser uma traição. É a maxima traição."
dos livros "Conversas com Deus"
de Neale Walsch
beijo doce e vai onde te levar o teu amor próprio....

Afronauta said...

Quem realmen te ama, amará para sempre!...

Rui @t Blog said...

Uma senhora sábia de olhar triste dizia:
"o que tiver de ser teu, às tuas mãos virá parar"
Não sei se ela tinha razão, mas sei que era uma senhora sábia de olhar triste.

Boa sorte.