Wednesday, February 6

(In)Existência


Não existem folhas suficientes para descrever o seu beijo,
o sabor da sua pele.
Não existem pincéis divinamente precisos que desenhem as suas formas sublimes.
Não existem músicas suficientemente belas que o cantem a si.
Não existe um perfume tão doce
como o cheiro do seu corpo.
não existe nada
que se lhe possa comparar.
Pois só uma coisa existe
que o supere:
Ele, que, existe.


Pic by_sextoprepa

8 comments:

S. said...

Cara Ana,
agradeço a tua visita e as simpáticas palavras!

Também me falou ao coração este teu cantinho e prometo visitar os outros refúgios com a dedicação que merecem!

Até breve!*

S. said...

e existe também a vontade suprema de procurar as palavras certas que o definam...sinto que as roçaste neste texto...

O Profeta said...

Apaixonantes palavras,,,ditoso aquele por quem bate o teu maravilhoso coração...


Doce beijo

O Profeta said...

Obrigado, deve ser gratificante conhecer uma pessoa como tu...


Doce beijo

Pierrot said...

Sim
Acredito piamente que a pessoa que nos cativa seja sempre superior a qualquer uma das suas descrições...
Poema singelo mas bonito
Bjos daqui
Pierrot

Renata!!! said...

Muito lindo o seu texto, e o seu blog.

Parabens.

Beijinhos

Alma Nova said...

Às vezes...? Nunca! Quando o Amor é assim, nada se lhe consegue comparar, a não ser ele próprio.
Um abraço.

ZezinhoMota said...

No contexto que se insere estas tuas palavras, poderei dizer que dizem muito mais do que se lê!

Bonito, adorei.

Bjnhs

ZezinhoMota